As 10 melhores cidades para morar no Japão em 2020

Segundo o website Toyokeizai Online,  que faz parte da conceituada revista de economia, Toyo Keizai Shinpo listou as 50 melhores cidades para viver no Japão. Hoje vamos abordar o ranking das 10 melhores cidades listadas:

  1. Nonoichi (Província de Ishikawa)

  2. Distrito de Bunkyo (Tokyo – metrópole)

  3. Musashino (Tokyo – metrópole)

  4. Hakusan (Província de Ishikawa)

  5. Fukui (Província de Fukui)

  6. Kurayoshi (Província de Tottori)

  7. Kanazawa (Província de Ishikawa)

  8. Komatsu (Província de Ishikawa)

  9. Nagakute (Província de Aichi)

  10. Nomi (Província de Ishikawa)


Os 5 critérios escolhidos são os seguintes:

– Grau de segurança (estabilidade):
(1) quantidade de hospitais e leitos em relação ao número populacional da cidade.
(2)   capacidade nas instituições de saúde em relação ao número de idosos residentes na cidade.
(3) Número de mulheres entre 20 a 39 em relação ao número de crianças de 0 a 4 anos registradas na cidade.
(4) Tipos de ajudas médicas a crianças (dependendo da idade e a limitação da renda na fonte)
(5) Número de ocorrências criminais em relação a população residente
(6) Número de acidentes de trânsito em relação a população residente
– Grau de comodidade (conveniência):
 (7) Valor médio dos produtos em comércios de pequeno porte em relação a população residente
(8) Espaço médio do comércio de pequeno e médio porte em relação a população residente
(9) Número de estabelecimentos relacionados a alimentação em relação ao espaço médio designado e possível para residencial
(10) Número de restaurantes em relação a população residente
– Grau de conforto:
 (11) Média de entradas e transferências da população
(12) Valor da água e saneamento
(13) Qualidade do tratamento de água poluída em relação a população residente
(14) Espaço ocupado por parques em relação ao planejamento de urbanização da população residente
(15) Clima (Temperatura máxima média, temperatura mínima média, tempo de exposição do sol, nível de acúmulo de neve)
– Grau de prosperidade:
 (16) Índice de poder financeiro
(17) Valor de imposto residencial em relação a população residente
(18) Obrigatoriedade do pagamento de impostos em relação a renda de cada 1 residente
(19) Espaço médio ocupado em relação a cada habitação construída
(20) Valor médio do terreno em área habitacional

 

As cidades foram classificadas através da soma dos 5 fatores acima e organizados na ordem de resultados maiores para menores.
Na lista completa do link abaixo, podemos ver a classificação de cada grau de cada cidade dentro do ranking de 812 localidades.

O ranking abrangeu:
812 cidades e distritos especiais localizados dentro do território japonês, com exceção dos distritos de Chiyoda, Chuo e Minato localizados na região metropolitana de Tokyo devido a localização do palácio real, instituições governamentais.

Veja a lista completa aqui.

Artigo anteriorKanji do Dia : Tai, Obi – Faixa, Cinto
Próximo artigoKanji do Dia : En, No(biru) – Estender, Alongar