spot_imgspot_img

Como nosso cérebro aprende

Um velho ditado já dizia “água mole em pedra dura tanto bate até que fura” nosso cérebro aprende na base da repetição, aprender é uma ação que desenvolvemos desde o início de nossa vida.

Ainda muito cedo, aprendemos a andar, a falar, aprendemos a nos relacionar com a família, com amigos. O aprendizado está presente desde o período intrauterino do bebê e se fará presente ao longo de toda nossa caminhada.

No funcionamento cerebral, dizemos que o ambiente externo envia estímulos o tempo todo para o nosso cérebro por meio dos cinco sentidos (olfato, paladar, visão, audição e tato).

Alguns desses estímulos chamam nossa atenção e são filtrados para nossa memória de trabalho (componente cognitivo ligado à memória, que permite o armazenamento temporário de informação, com capacidade limitada).

Essas informações filtradas funcionam como ímãs, trazendo informações que são armazenadas na memória de longo prazo (capacidade da memória de reter de forma definitiva a informação, permitindo sua recuperação ou evocação).

Explicado isso, cabe uma reflexão sobre a memória de trabalho e a memória de longo prazo: Quando recebemos informações, nosso cérebro traz os estímulos mais interessantes para a memória de trabalho e por meio da repetição essas informações se fortalecem até fazerem parte da memória de longo prazo.

Este processo ocorre de forma automática, sem percebermos. Quanto mais contato temos com um determinado assunto/ informação ou conteúdo, maiores as chances de ele ser armazenado na memória.

Priscila Oliveira - Super Kids
Psicopedagoga que comanda a SUPER KIDS. Alfabetização e aulas de português. Treinamento das habilidades cognitivas e socioemocionais, como memória, concentração, foco, atenção, autoestima e criatividade; essenciais para melhorar resultados escolares, com uma metodologia lúdica e inovadora.
- Publicidade -

Assuntos Relacionados

Destaque Lojas e Serviços

Leia Também

- Publicidade -

Instagram

- Publicidade -