spot_imgspot_img

o que é SHICHI GO SAN – 七五三?

O SHICHIGOSAN – 七五三 é uma tradição da cultura japonesa que acredita-se que iniciou na Era Heian, ano 794 a 1185, pelos senhores feudais, para rezar pela saúde e felicidade dos seus filhos ao completarem 3 (três – san), 5 (cinco – go) e 7 (sete – shichi) anos de idade.

Obra da Coleção digital da Biblioteca Nacional, ¨Azuma Fuzoku Miyamo¨ de Youshuu Chikanobu

Dizia-se que as crianças ao atingirem esta idade, elas estavam alcançando o meio da infância (pois a mortalidade infantil era alta e a expectativa de vida neste período era de 30 a 40 anos) então como forma de pedir aos deuses longevidade e saúde os nobres vestiam seus filhos com quimonos chiques e celebravam missas nos templos xintoístas.

Na Era Kamakura, de 1192-1333 o regime militar feudal japonês decidiu que seria comemorado no dia 15 de novembro.

Uma das teorias são que a idade 3, 5 e 7 anos são consideradas pela numerologia antiga do leste asiático (Japão e China) como números de sorte por serem ímpares e o mês de novembro escolhido por ser o mês final das colheitas e por volta do dia 15 acontece a aparição da lua cheia e pela tabela da numerologia é a data que há a ausência de demônios. Por isso era celebrada a missa para pedir uma boa colheita e a saúde das crianças.

A tradição popularizou-se depois que o Shogun Tokunaga Tsunayoshi realizou uma comemoração no dia 15 de novembro de 1681 para o seu primogênito, Tokugawa Tokumatsu.

Esta celebração antigamente era constituído por 3 rituais:

Tanto os meninos quanto as meninas de 3 anos podiam começar a deixar seu cabelo crescer, o ritual chamado de KAMIOKI NO GI – 髪置の儀 pois desde a Era Edo o cabelo das crianças eram raspados para evitar a proliferação de piolhos.

Os meninos de 5 anos vestiam pela primeira vez o hakama, o kimono masculino, HAKAMAGI NO GI – 袴着の儀 era o ritual de introdução dos meninos a vida adulta.

As meninas de 7 anos trocavam o cordão que amarravam seus kimonos pelo obi, faixa estampada ou não feita de tecido nobre para amarrar e ornar o conjunto de vestimenta do kimono feminino, com o ritual OBITOKI (HIMO OTOSHI) NO GI – 帯解き(紐落とし)の儀 introduzindo as meninas a vida adulta.

Os símbolos da celebração:

CHITOSE AME – 千歳飴
O seu significado foi constituído a partir dos ideogramas「千歳 (chitose) =千年 (sennen – cem anos) = 長寿 (chojun – vida longa)
As crianças ganham esta bala longa, para desejar cem anos = vida longa.

A celebração espalhou-se entre os plebeus na Era Meiji, de 1867 a 1912 e estende-se até os dias de hoje.

No entanto esta data não é considerada um feriado nacional, é um costume, uma tradição da cultura japonesa, onde nos dias de hoje os pais vestem as crianças com os kimonos e hakama nos meninos, arruman e maqueiam as meninas para participar de cerimônias nos santuários especiais para o Shichigosan, muitos templos entregam o Chitose Ame já abençoado as crianças.

O dia 15 de novembro pode cair no meio da semana, então os templos celebram a cerimônia durante todo o mês de novembro.

Como tradição cultural celebrada inclusive pela família imperial a população no geral celebra a tradição com seus filhos e a celebração é ensinada nas escolas e jardins da infância por todo o Japão.

Por isso se seus filhos frequentam a rede de ensino japonês, incentivo a celebrar e seguir a tradição com seus filhos. Pois não é uma celebração religiosa e sim tradição cultural, que incentivam a participação e introdução dos seus filhos na sociedade japonesa.
Além de ser uma boa oportunidade de vesti-los com roupas tradicionais japonesas na idade mais fofa e eles se sentirão felizes com a oportunidade e pela integração desde a infância, refletindo até mesmo em suas auto-estima.

Pense nisso…

Fonte: Shikinobi.com

Portal Japãohttps://www.portaljapao.com
Ligando pessoas a pessoas no universo digital!
- Publicidade -

Assuntos Relacionados

Destaque Lojas e Serviços

Leia Também

- Publicidade -

Instagram

- Publicidade -