spot_imgspot_img

Seu filho sabe o que é bullying?

Para que seu filho se proteja ou não sofra bullying é importante que ele saiba diferenciar brincadeiras de um bullying.

O bullying é caracterizado por constantes agressões, que podem ser de ordem física, verbal e psicológica (geralmente ocorrem as três juntas), em que um indivíduo ou um grupo humilha, xinga, expõe e agride um outro indivíduo.

Cleo Fante, estudiosa do assunto, afirma, em matéria publicada na revista Super Interessante, que, até a década de 1970, a sociedade não via o bullying como um problema, mas como uma fase normal do desenvolvimento infantil. Infelizmente, algumas pessoas ainda mantêm a mentalidade retrógrada de encarar o bullying como uma brincadeira ou um comportamento social normal, em que uns são dominados por serem mais fracos e outros são dominantes por serem mais fortes.

Esse comportamento negligente de algumas famílias e, às vezes, até de profissionais da educação pode provocar na vítima a sensação de impotência e a crença de que o erro está nela, que não consegue defender-se sozinha. Os melhores meios de combate ao bullying são a conscientização e o diálogo. Conversas dos pais e das mães com seus filhos.

Quando identificado o bullying, é necessário que se converse com as vítimas para oferecê-las apoio emocional, e também com os agressores, a fim de descobrir o motivo das agressões e conscientizá-los dos danos que eles podem causar ao outro.

Priscila Oliveira - Super Kids
Psicopedagoga que comanda a SUPER KIDS. Alfabetização e aulas de português. Treinamento das habilidades cognitivas e socioemocionais, como memória, concentração, foco, atenção, autoestima e criatividade; essenciais para melhorar resultados escolares, com uma metodologia lúdica e inovadora.
- Publicidade -

Assuntos Relacionados

Destaque Lojas e Serviços

Leia Também

- Publicidade -

Instagram

- Publicidade -